16 de junho de 2024

Auditores agropecuários assinam contraproposta conjunta de reajuste salarial emergencial ao governo

Facebook
Twitter
WhatsApp

O Sindicato da categoria e outras entidades filiadas ao Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e ao Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) fecharam hoje (24) a contraproposta
 

 Entidades filiadas aos fóruns nacionais de servidores públicos reuniram-se nesta sexta-feira (24) e formalizaram uma contraproposta conjunta de reajuste salarial, que será discutida com o governo em reunião, na próxima terça-feira (28). Por essa razão, o Sindicato dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (ANFFA Sindical) já está convocando os filiados a participar de Assembleia Geral Nacional Extraordinária (AGNE), na próxima segunda-feira (27), a partir das 14h. A ideia é que os filiados sejam ouvidos, para autorizar o Sindicato da categoria a prosseguir nessa negociação com o Governo, no âmbito do Fonacate e Fonassefe.
 

No último dia 16, o governo divulgou proposta de reajuste salarial linear de 7,8%, o qual entraria em vigor a partir de 1º de março de 2023. Nesse cenário, o vale-alimentação também seria reajustado em 43.6%.
 

Rudinei Marques, presidente do Fonacate, destacou que a organização tem ciência dos limites orçamentários impostos no orçamento de 2023, mas ponderou que o percentual apresentado é “insuficiente para recompor as perdas acumuladas”, as quais, no caso dos auditores agropecuários acumulam-se desde 2017. Pontuou também a importância de se firmar um acordo em prazo mais breve possível, para que possam ser iniciadas as negociações setoriais, específicas de cada carreira.

Com o mesmo entendimento, o presidente do ANFFA Sindical, Janus Pablo, reforça, no caso do ANFFA, que a proposta apresentada pelo Governo realmente, não repõe as perdas da carreira, nos últimos sete anos. “Também vamos negociar nossa defasagem nas mesas setoriais de negociação, com foco na nossa carreira, e contemplando os Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Affas) aposentados”, esclareceu o presidente.
 

O Fonacate apresentou proposta de reajuste 13,5% em março, a ser pago a partir de 1º abril, mantendo o reajuste de 43.6% no vale alimentação. Além disso, pede que o governo firme acordo para equiparação dos benefícios com os valores percebidos pelos poderes Legislativo e Judiciário até o final da gestão do atual governo.
 

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) destacou ainda que demais reivindicações feitas pelos servidores não receberam resposta, como a revogação de diversos normativos, entre eles a retirada da Proposta de Emenda Constitucional nº 32, da Reforma Administrativa da pauta do Congresso Nacional.

Compartilhe

Picture of Alerta Notícia

Alerta Notícia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail

Whatsapp – 69 992491509

E-mail –[email protected]

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br