22 de junho de 2024

Criticado em sessão, prefeito contesta vereadores: “descobri que afundaram Vilhena numa dívida impagável de R$ 116 milhões”

Facebook
Twitter
WhatsApp

Flori lembrou tapa de Ronildo no rosto de Samir e chamou dupla de “meninos maluquinhos”

O prefeito de Vilhena, Flori Cordeiro Junior (Podemos), se manifestou a respeito das críticas feitas contra ele pelos vereadores Samir Ali (presidente da Casa de Leis) e Ronildo Macedo, durante a sessão ordinária na manhã desta terça-feira, 7.

As manifestações – que o prefeito considerou serem ataques pessoais – aconteceram durante debate do projeto de lei nº 6.955/2024, que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco do Brasil até o valor de R$ 35 milhões para investimentos no setor educativo do município. O projeto foi aprovado por 10 votos favoráveis e 02 contrários.

Nas discussões, Samir qualificou o prefeito como “medíocre e despreparado”, enquanto Ronildo chamou Flori de “incapacitado” para o cargo (leia mais AQUI).

O prefeito Flori disse que as discussões deveriam girar em torno do tema Educação, “mas como os dois vereadores (Samir e Macedo) que me xingaram são do mesmo partido, o MDB, e participarão das eleições na oposição, o que ocorre é que já estão em campanha”.

“O verdadeiro motivo de o Samir ter se exaltado não é a preocupação com a cidade ou com a Educação. Ele está nervoso porque a prefeitura vai ter de pagar R$ 116 milhões para a Energisa e pelo menos R$ 80 milhões desse valor absurdo é culpa dele e do Ronildo e eu estou expondo isso”, destacou.

Flori lembrou que em 2019, o então prefeito de Vilhena, Eduardo “Japonês”, tentou fazer um acordo com a Energisa e abaixar a dívida com a empresa por conta de falta de pagamento de energia elétrica desde 1993 e que estava em quase R$ 80 milhões para R$ 34 milhões a serem pagos em mais de 200 parcelas. “Samir e Ronildo, na época, brigaram para que isso não ocorresse e deu nisso: de R$ 34 milhões para R$ 116 milhões é o resultado da brincadeira dos meninos maluquinhos, do Batman e Robin”, disse o mandatário municipal, ao lembrar o tapa de Ronildo no rosto de Samir.

Flori lembrou, ainda, que sobrou ofensas até para o presidente da Energisa e o ex-prefeito “Japonês”, que teve até que aguentar insinuações sobre desonestidade.

Ao finalizar, o atual chefe do executivo em Vilhena entregou link de reportagem (leia AQUI) que demonstrariam – segundo ele – “a atuação desastrosa de Samir e Ronildo que resultou em um rombo que poderia pagar quase três vezes o valor aprovado no dia hoje para a educação”.

Fonte : Extra de Rondônia

Compartilhe

Picture of Alerta Notícia

Alerta Notícia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail

Whatsapp – 69 992491509

E-mail –[email protected]

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br