16 de junho de 2024

Governo garante expansão da apicultura em Rondônia

Facebook
Twitter
WhatsApp

Com apoio do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri, a apicultura tem expandido suas atividades em grande parte nos municípios. A produção ultrapassa 100 toneladas por ano, e novas agroindústrias estão em processo de implantação de Porto Velho a Vilhena. Na segunda quinzena deste mês, empreendedores estarão visitando a cidade de Rolim de Moura para compreender o processo de produção e trazer a expertise para montar o negócio na Capital.

O Governo do Estado tem incentivado a realização das feiras em Porto Velho e as edições da Rondônia Rural Show Internacional. O produtor Vergílio Moacir Possebom Filho é um exemplo do sucesso dessa parceria, trabalha com mel e derivados há 15 anos, no município de Vilhena, e faz parte da Associação dos Pequenos Produtores do Vale do Rio Avila – Asprova, da linha 30, onde está localizada sua apicultura. Sua produção chega a quatro toneladas de mel por ano. O produto abastece o mercado interno e as vendas crescem nas feiras organizadas pelo Poder Público, a exemplo da Exposição da Agroindústria Familiar, promovida pela Seagri no estacionamento do Palácio Rio Madeira – PRM, em Porto Velho.

CERTIFICAÇÃO

Nas edições da Rondônia Rural Show, Vergílio disse que o produto é um conquista de vendas. “Neste ano vendemos tudo e foi um sucesso na Feira de Agronegócio”, explicou o produtor, que trabalha entre 70 a 80 caixas com milhares de abelhas. O grande desafio do apicultor é enfrentar o veneno espalhado nas lavouras de soja, cultura proeminente no Cone Sul de Rondônia, e a praga de formigas. “Mas tenho recebido apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas – Sebrae, e da Seagri para garantir nosso desenvolvimento”, acrescentou. Sua propriedade possui o selo do Programa de Verticalização da Produção Agropecuária da Agricultura Familiar do Estado de Rondônia – Prove, certificado pela Secretaria de Estado da Agricultura.

Com o negócio em expansão, o produtor José Ribeiro planeja subir de 50 para 150 colmeias em Theobroma, aproveitando o selo do Prove para comercializar sua produção em outros municípios. “Hoje vendemos em Jaru, mas queremos crescer e vender em outros comércios”, ressaltou. José produz 800 quilos por ano, mas quer dobrar esses números.

SELO PROVE

A gerência de Agroindústria Familiar está fazendo um levantamento para diagnosticar a situação das agroindústrias que estão em fase de legalização, implantação e adequação para processamento do mel, a fim de garantir a certificação do selo Prove. O secretário de Estado de Agricultura, Luiz Paulo afirmou que, “esse levantamento é de extrema importância para fomentar o desenvolvimento da agroindústria familiar e fortalecer a cadeia produtiva do mel. Com a certificação do selo Prove, as agroindústrias terão mais credibilidade e acesso a novos mercados, contribuindo para a valorização do produto e aumento da renda dos produtores rurais”.

Compartilhe

Picture of Alerta Notícia

Alerta Notícia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail

Whatsapp – 69 992491509

E-mail –[email protected]

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br