22 de junho de 2024

Pavilhão da Agroindústria terá exposição e produtores rurais receberão selo de qualificação na Rondônia Rural Show

Facebook
Twitter
WhatsApp

A Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri confirmou a participação de 60 expositores da agricultura familiar, no Pavilhão da Agroindústria, para a 10ª Rondônia Rural Show Internacional, que ocorrerá nos dias 22 a 27 de maio, no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná.

Divididos em uma área de 1600 metros quadrados, os expositores ocuparão o espaço, que é destinado ao fomento de produtos derivados do leite, polpas de fruta, açaí, panificação, café, mel, doces, geleias, compotas, conservas, defumados, farofas artesanais, mandioca gourmet, geladinhos, e manejo sustentável de jacaré. O visitante poderá degustar e comprar os alimentos.

Durante a Feira, dois dos expositores receberão de forma simbólica, o selo do Programa de Verticalização da Produção Agropecuária da Agricultura Familiar do Estado de Rondônia – Prove; um de Porto Velho e outro de Cacoal. Na prática, o Governo de Rondônia, por meio da Seagri, certifica o empreendimento como agroindústria familiar isentando impostos da produção, pagamentos de taxas de licenciamentos ambientais e fornece um técnico responsável para auxiliar via Emater.

Em todo o Estado, são mais de 100 agroindústrias certificadas. No período da pandemia, 25 receberam o selo do Prove, e a Seagri está analisando outras agroindústrias que em breve poderão receber suas certificações.

Um dos beneficiários do selo Prove, é a produtora Gleice Lino dos Santos Lourenço, proprietária de uma agroindústria de polpa de frutas, localizada na estrada que dá acesso à Jerusalém da Amazônia, em Porto Velho. Ela e o esposo, Edeildo Andrade Loureço, vão expor e comercializar polpas produzidas com frutos cultivados na própria propriedade. A família cultiva acerola, cajá, goiaba, graviola e cupuaçu. “Nossa intenção é expandir e até contratar mais mão de obra para nos ajudar”, explicou Gleice Lino, acrescentando “começamos com a agroindústria em 2017, mas só em 2020 conseguimos a documentação do Ministério da Agricultura. Mesmo assim, já realizamos alguns sonhos e estamos batalhando para realizar outros”, assegurou.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha destaca a relevância no que diz respeito ao incentivo à agricultura familiar. “Não temos medido esforços para beneficiar o maior número de famílias com nossos programas de fomento. Essas ações proporcionam qualidade de vida e conforto à nossa população oriunda da zona Rural”, comentou.

A agroindústria produz 100 quilos de polpa por dia. Com o selo do Prove, a ideia é aumentar a produção, inclusive comprar o excedente de outras propriedades para comercialização. A meta da família de Gleice Lino é cultivar o maracujá, fruto que tem boa aceitação no mercado e está com bons preços. “Para isso, precisamos contratar mais mão de obra”, destacou.

O secretário de Estado da Agricultura, Luiz Paulo, que está acompanhando pessoalmente a montagem das estruturas no Centro Tecnológico Vandeci Rack, convida todos a visitarem o Parque da Agroindústria e aproveitarem os produtos da agricultura familiar. “São muitas novidades que nossos produtores estarão expondo na Rondônia Rural Show Internacional”, enfatizou.

Compartilhe

Picture of Alerta Notícia

Alerta Notícia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail

Whatsapp – 69 992491509

E-mail –[email protected]

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br